Se a promessa de Matt Levatich, CEO da Harley-Davidson. Se cumprir, a marca norte-americana colocará no mercado suas primeiras motos elétricas em 2019.

Só terá um pequeno porém. As motos não terão uma das principais caraterísticas da marca: o compassado e forte ruído dos grandes motores “V2″. Que emociona os mais “puristas”(conservadores) e estimula novos consumidores.

O projeto LiveWire apresentou um protótipo com autonomia de apenas 85 km e que não tinha características marcantes da Harley-Davidson. Anunciado em 2014 e mostrado no Salão Duas Rodas de 2015 aqui no Brasil

Era apenas uma ideia que saia do papel para os laboratórios de engenharia da fábrica. Em Milwaukee (Wisconsin – EUA). Esse protótipo chegou a fazer parte do cinema. No filme da Marvel como um dos veículos espetaculares “Os Vingadores 2: A Era de Ultron”.

Veja também as motos mais épicas do cinema. Clique Aqui.

Esta moto pode não ter muitas características  das outras motos Harley-Davidson. Porém seu sistema de propulsão elétrica poderá estar numa moto da marca já em 2019.

O anúncio do CEO da H-D. Feito no início deste mês para a Bloomberg. Falou de um novo investimento de US$ 25 milhões a US$ 50 milhões na área de veículos elétricos. Apesar de não dizer o modelo escolhido para ser a primeira moto elétrica da marca. Falou claramente que ela chegará em 18 meses.

 Matt Levatich, disse que o projeto LiveWire está mais ativo do que nunca e que este prazo refere-se à motos nas lojas pronta para serem vendidas. “Estamos falando de agosto de 2019″, enfatizou.

Porque a Harley-Davidson quer produzir motos elétricas?

O executivo opinou que se uma marca global e com o peso da Harley-Davidson apresentar efetivamente uma moto elétrica que seja comercialmente viável. Isso será um grande estímulo para o mercado, prevendo uma posição de vanguarda para a marca.

“Queremos e podemos ser líderes neste segmento”, disse Levatich, que explicou que as pesquisas da Harley-Davidson nesse período desde a primeira apresentação do LiveWire. Em 2014, mostraram que há um apelo universal para motos elétricas o que estimulou a empresa a debruçar-se sobre o assunto e dedicar investimentos maiores a isso. A exemplo do que faz a indústria de automóveis.

Fonte: www.motonline.com.br  Acessado e modificado em 14/02/2017 ” HARLEY-DAVIDSON PROMETE MOTOS ELÉTRICAS PARA 2019 ”

When will Harley-Davidson electric motorcycles leave?

If the promise of Matt Levatich, CEO of Harley-Davidson. If it is met, the North American brand will put on the market its first electric bikes in 2019.

You will only have one small though. The bikes will not have one of the main characteristics of the brand: the measured and strong noise of the big “V2” engines. That excites the most “purists” (conservatives) and stimulates new consumers.

The LiveWire project featured a prototype with an autonomy of only 85 km and that did not have outstanding characteristics of Harley-Davidson. Announced in 2014 and shown in the Salão Duas Rodas of 2015 here in Brazil

It was just an idea coming out of paper for the factory’s engineering labs. In Milwaukee (Wisconsin – USA). This prototype came to be part of the cinema. In the Marvel film as one of the spectacular vehicles “The Avengers 2: The Age of Ultron”.

See also the most epic movie bikes. Click here.

This bike may not have many features of other Harley-Davidson bikes. But its electric propulsion system could be on a bike of the brand already in 2019.

The announcement of the H-D CEO. Made earlier this month for Bloomberg. He spoke of a new investment of $ 25 million to $ 50 million in the area of ​​electric vehicles. Although not say the model chosen to be the brand’s first electric bike. He spoke clearly that it will arrive in 18 months.

Matt Levatich, said the LiveWire project is more active than ever and that this deadline refers to the bikes in the stores ready to be sold. “We are talking about August 2019,” he emphasized.

Why does Harley-Davidson want to produce electric motorcycles?

The executive opined that if a global brand and with the weight of Harley-Davidson effectively present a motorcycle that is commercially viable. This will be a great stimulus for the market, providing a leading position for the brand.

“We want and we can be leaders in this segment,” said Levatich, who explained that Harley-Davidson research in this period since the first LiveWire presentation. In 2014, they showed that there is a universal appeal for electric motorcycles which has stimulated the company to look into the subject and dedicate greater investments to this. Like the car industry.

Source: www.motonline.com.br Accessed and modified on 02/02/2017 ” HARLEY-DAVIDSON PROMETE MOTOS ELÉTRICAS PARA 2019 ”